área restrita

EDIFICAÇÃO SUSTENTÁVEL: VOCÊ SABE O QUE É?

É cada vez mais presente o conceito de sustentabilidade em nosso cotidiano. A indústria da construção Civil, por exemplo, é a maior consumidora de recursos energéticos do mundo.

Por: Ângela Petroli, arquiteta da Âmbar Arquitetura

No que diz respeito a resíduos, segundo dados do SIENGE, 50% dos resíduos sólidos urbanos no Brasil são gerados pela indústria da construção civil, sendo que aproximadamente 98% desses resíduos poderiam ser reciclados. Ainda, é responsável por cerca de 25 a 30% dos gases lançados na atmosfera. Considerando isso, é importante o uso de sistemas e tecnologias sustentáveis na construção civil, frente a realidade no caminho da sustentabilidade.

Uma das certificações mais reconhecidas internacionalmente para edificações consideradas sustentáveis é a Green Building Council, outorgada pela instituição responsável por transformar a indústria da construção civil e a cultura da sociedade em direção à sustentabilidade.

E você sabe o que faz com que uma edificação seja considerada sustentável?

Os motivos vão muito além do que simplesmente existir vegetação nos seus acessos e áreas de uso comuns, prever a reutilização de água da chuva (pluvial) ou ainda se ter placas fotovoltáicas que geram energia para o prédio.

Vários estudos ao longo da última década comprovam que existem 2 tipos de benefícios em edificações que adotam práticas sustentáveis: os diretos e os indiretos. Entre os indiretos estão:

  •  imóveis sustentáveis levam mais tempo para se tornarem obsoletos em relação à edificações que não adotam sistemas e estratégias sustentáveis;
  • imóveis sustentáveis possuem maior liquidez no momento de sua venda/revenda;
  • os usuários de edificações sustentáveis possuem uma imagem melhorada pela sua consciência ambiental em adquirir esse tipo de imóvel (considerada um forte valor social atualmente).

Como benefícios diretos, podem ser citados uma vasta gama, que vai depender do nível de sistemas e estratégias sustentáveis adotados pela construtora. Alguns desses benefícios diretos são:

  •  as edificações possuem menor custo de operação/manutenção;
  • as edificações possuem menor consumo energético;
  • as edificações possuem um menor consumo de água;
  • as edificações possuem ótima localização no que diz respeito à infra-estrutura de serviços e equipamentos de Bairro.

Além dos benefícios diretos citados acima, outros itens fazem com que uma edificação seja considerada sustentável e que obtenha o selo de certificação do Green Building Council Condomínio:

  • toda questão que envolve os materiais e recursos utilizados durante a obra, desde sua compra até seu descarte;
  • os requisitos sociais abrangendo por exemplo acessibilidade universal e boas práticas de obra;
  • a qualidade ambiental interna que abrange os desempenhos térmico, acústico e lumínico, bem como a questão que impacta na saúde e bem estar do usuário;
  • ítens de inovação de projeto.

Se você quiser entender um pouco melhor o que na prática significa cada um desses ítens citados acima, nos acompanhe. Nas próximas semanas iremos abordar os ítens de forma mais específica, demonstrando a forma como esses ítens podem ser projetados, planejados e executados. Assim como a relação que eles possuem com a economia, conforto, bem estar e qualidade de vida de seus usuários!

Endereço

Av. Dr. Casagrande 466, sala 904 - bairro Cidade Alta - Bento Gonçalves - RS

contatos

(54) 3451-5725

(54) 8443-9066

E-mail