área restrita

ENERGIA FOTOVOLTAICA DO LUMIERE EVITA EMITIR 1 TONELADA DE CO2

Empreendimento da MPA entregue em novembro já comprova benefícios sociais e ambientais, além de uma economia de 75% na conta do condomínio e acúmulo de créditos junto a distribuidora de energia

O uso de placas fotovoltaicas passou a ser um item obrigatório nos empreendimentos da MPA Incorporadora, única empresa gaúcha a ter um projeto certificado pelo Green Building, conferido a empreendimentos sustentáveis com responsabilidade ambiental.

O Lumiere, residencial com 55 apartamentos entregue em novembro do ano passado, é a primeira obra a ter o sistema de geração de energia solar totalmente instalado. Instaladas em julho do ano passado, as placas evitaram a emissão de 1,41 tonelada de CO2, além de gerar uma economia de 75% na conta de energia do condomínio. O investimento já está projetado para o Villa Di Tondo e Piazza Verdi, ambos em construção.

Comprometida em construir de forma inteligente, a MPA encontrou no uso das placas fotovoltaicas a solução para o consumo responsável de energia. Além de trazer benefícios sociais e ambientais, o uso do sol, abundante no Brasil, também garante economia de energia, seja no valor da conta, seja nos créditos enviados para a distribuidora de energia. No caso do Lumiere, as 35 placas instaladas, não apenas atenderam a demanda energética das áreas sociais como também geraram
4.236 kWhde saldo em energia junto a RGE.

“Com esta economia, o valor da conta de cada proprietário em relação às áreas comuns do prédio praticamente zerou, sobrando para divisão somente a taxa padrão da RGE. Além disso, também vem gerando acúmulo de créditos para uso no inverno, quando a radiação é menor”, destaca o diretor da MPA Incorporadora, Lúcio Possebon. No mês de janeiro, por exemplo, o valor pago por cada proprietário foi de apenas R$ 3,44, sendo que o consumo mês foi de 760 kwh. Entretanto, para a MPA, muito mais importante que a economia financeira é o ganho ambiental. “Deixar de emitir mais de uma tonelada de CO2, que é um gás efeito estufa, nos mostra que estamos no caminho certo, fazendo a nossa parte”, complementa Possebon.

Como funciona

A placa solar recebe a irradiação da luz e do sol e armazena essa energia, enviando-a para os inversores, que transformam o calor em energia solar fotovoltaica. Essa energia é mandada para as áreas sociais de uso comum do empreendimento. O uso da energia limpa e sustentável traz diversas vantagens, entre elas a manutenção mínima, a potência dos painéis solares, a solução para locais remotos e o fato de não ser poluente.

O Lumiere

O Lumiere chama a atenção pelo seu conceito contemporâneo com iluminação de led na fachada, totalmente pastilhada. Com 55 apartamentos e localização privilegiada, foi projetado com esquadrias de PVC, vidros termoacústicos, porcelanato na área social e laminado na área íntima. São apartamentos de 1 e 2 dormitórios com e sem suíte. Todos ambientes são bem iluminados e ventilados, com acabamento das superfícies da parede com massa corrida e rebaixo em gesso nas áreas úmidas. Molduras contemporâneas que proporcionam aos demais ambientes uma maior altura do pé direito. Possui medidores de água, luz e gás individuais. O residencial oferece privacidade e conforto com espaços bem planejados e dimensionados.

Endereço

Av. Dr. Casagrande 466, sala 904 - bairro Cidade Alta - Bento Gonçalves - RS

contatos

(54) 3451-5725

(54) 8443-9066

E-mail